Email Marketing: Investindo (corretamente) nessa poderosa ferramenta

 

RESUMO DA NOTÍCIA – Email Marketing: Investindo (corretamente) nessa poderosa ferramenta:

  • A evolução do Marketing Digital nas últimas duas décadas
  • Introdução ao email marketing
  • 8 principais vantagens de se usar o e-mail marketing
  • Tudo começa com uma base sólida
  • Por que sua empresa não deve comprar uma lista de emails
  • Por que a compra de lista está fadada ao fracasso

 

A evolução do marketing digital 

O marketing digital deu um salto de gigante nas últimas duas décadas. A conquista do e-commerce e o florescimento

das redes sociais levou à alteração dos comportamentos dos consumidores (e também dos comerciantes).

Perante a ameaça de não conseguirem acompanhar o ritmo da mudança, os profissionais do e-mail marketing

viram-se na obrigação de inovar.

Hoje, poucos irão pensar em delinear uma estratégia digital sem a inclusão

de uma ferramenta de email marketing como componente essencial.

Mas o que aconteceu durante estas últimas duas décadas?

Bem, com frequência o cidadão comum passou a dispensar o contacto com o vendedor de modo

a obter informações sobre determinado produto.

Ou até para comprá-lo. Os blogues multiplicaram-se sem freio, passando a integrar a estratégia de comunicação de qualquer empresa.

Espaços de crítica online acessíveis pelo mais comum dos mortais, como o Tripadvisor,

passaram a ser requisitados em inúmeras circunstâncias.

E, à medida que plataformas como o Facebook e o Twitter foram ganhando adeptos e preponderância,

também o consumidor viu consolidado o seu papel de justiceiro social.

Esta mudança de percepção e comportamentos foi sendo acompanhada pela intensificação

da dependência tecnológica a nível global, pelo que estavam criadas as condições ideais

para o fortalecimento do marketing digital.

As campanhas multicanais tornaram-se recorrentes, pretendendo-se chegar ao consumidor

através de diversas frentes.

Mas, havendo tantas formas de alcançar o público-alvo, por que é que o recurso a uma ferramenta

de email marketing se foi tornando cada vez mais importante para a obtenção de sucesso num negócio?

 

Introdução ao email marketing

O que é email marketing?

De alguns anos pra cá, as estratégias de email marketing vêm figurando longe da lista dos assuntos

mais badalados em marketing digital.

Como esse canal é relativamente antigo comparado às novas ferramentas e estratégias de Marketing Digital,

podemos apontar justamente isso como o grande culpado: os muitos anos

de uso ruim da ferramenta de email marketing.

Diversas empresas cometeram abusos por muito tempo e essa saturação,

somada ao destaque que ganharam outras ações de marketing digital como SEO e mídias sociais,

fez com que o email fosse deixado um pouco de lado.

No entanto, o ponto que nos importa é que o email marketing nunca deixou de funcionar: isso só acontece

quando ele não é utilizado da forma correta. Ainda nos dias de hoje, as estratégias de email marketing possuem

características únicas e bastante valiosas.

O email marketing é um canal que está mais vivo do que nunca, com tecnologia muito mais aprimorada comparado ao passado.

Uma dessas características é o alcance:

Um email é a coisa mais simples e fundamental

que alguém pode ter na Internet e as pessoas já têm a ferramenta totalmente incorporada às suas vidas.

Não são poucas as pessoas que vão além e são até compulsivos com seu uso, passando o tempo todo

com a caixa de email aberta e conferindo cada nova mensagem que chega. Isso é extremamente comum,

principalmente em ambientes corporativos. Somado a isso, o fato de quase todo mundo ter um smartphone

faz a ferramenta de email marketing ganhar ainda mais força.

Além disso, os emails são uma forma de contato mais direta e profunda. Em redes como o Twitter e o Facebook,

por exemplo, fala-se para todos e as diversas conversas se perdem umas entre as outras.

Além de que, se alguém não está online no momento da publicação,

dificilmente voltará para ler tudo o que já foi publicado antes.

Já os emails são olhados mais cuidadosamente, geralmente todos os dias.

Por mais que todos tenhamos que lidar com alguns Spams indesejados,

há uma propensão maior de acompanhar cada mensagem e tudo aquilo que é importante e útil será aberto e lido.

Por fim, quando alguém abre o seu email, você consegue sua atenção exclusiva (mesmo que por um breve instante),

diferentemente do que acontece nas redes sociais onde o volume de informações paralelas

– e consequentemente a distração – é muito maior.

Nossa ideia com esse artigo é dar uma introdução de como sua empresa pode usar o

email marketing de forma estratégica e obter resultados reais.

 

 

As principais vantagens de se usar uma ferramenta de email marketing

Com um ROI invejável, os estudos indicam que o e-mail marketing é o meio mais rentável e eficiente para fazer vendas.

E, com uma taxa de conversão bastante superior às redes sociais, é ainda o e-mail o canal preferido

pela população para a recepção de mensagens promocionais.

Perante estes dados, podemos concluir que o envio de e-mail em massa soube ultrapassar os desafios

com que se deparou ao longo dos anos.

Tal feito se deve às inovações introduzidas pelas ferramentas de e-mail marketing.

Com a fragmentação do status quo, os profissionais do setor de email marketing procuraram desenvolver

duas vertentes: automatização das campanhas e segmentação dos contatos.

Ao fazê-lo, não só otimizaram os seus resultados e eficiência, como conseguiram desenvolver

como fazer email marketing focado nas particularidades de cada cliente,

promovendo a personalização do contato com o mesmo.

1. Um ROI tremendo 

Estudos apontam que, por cada real/dólar que você investe no e-mail marketing, deverá receber 44 de volta.

Nenhum outro canal de comunicação digital se lhe equipara a este nível, e pode revelar ser um investimento

bastante lucrativo se souber explorar todo o seu potencial.

2. Segmentação dos contatos

Com base no comportamento da sua lista de email marketing, é-lhe possível definir os gostos

de cada um em particular, e assim, adaptar os moldes da campanha consoante as suas características.

Deste modo, não só aumenta as suas possibilidades de realizar vendas, como se assegura de que

o conteúdo dos e-mails enviados é sempre relevante na ótica de quem o recebe.

3. Automatização das campanhas

Ao introduzir sequências automatizadas de email marketing, você ganha em eficácia poupa uma infinidade de tempo.

Lembretes de carrinhos abandonados, mensagens de parabéns e boas-vindas,

envio faseado de e-mails promocionais com o intuito de fidelizar o cliente…

as possibilidades na automatização de campanhas de email marketing são imensas.

4. Baixo custo

Não precisa de investir fortunas para tirar proveito deste serviço. Há ferramentas de e-mail marketing,

como Mailify, que lhe oferecem imensas possibilidades por um preço bastante acessível.

A sua estratégia de email marketing irá beneficiar as funcionalidades de automatização das campanhas,

segmentação, envio preditivo, relatórios estatísticos que lhe permitem otimizar as taxas de clique e abertura.

Para além disso, ao combinar o email com outro canal de comunicação como o SMS,

está a aumentar o alcance da sua estratégia de email marketing e o seu potencial de conversão.

5. A popularidade incontestável do e-mail 

Uma das razões pelas quais o e-mail marketing é tão eficaz prende-se com a sua popularidade.

Existem cerca de 4 mil milhões de utilizadores de e-mail no planeta, e muitas vezes os seus usuários têm mais do que uma conta.

Para além do mais, mantém-se bastante regular no que toca ao nível de adesão entre diferentes grupos etários,

gozando praticamente do mesmo sucesso entre os mais jovens e os mais idosos.

O mesmo não se pode dizer de outros canais de comunicação, que tendem a incidir sobre uma

determinada camada da população em particular, sendo “preteridos” ou “negligenciados” por outras faixas etárias.

6. Facilidade de medir os resultados 

Ao contrário de outros canais de comunicação digital, o e-mail marketing não exibe complexidades no que toca a medir os seus resultados e sucesso.

Para além do mais, é possível fazê-lo em tempo real, exatamente ao mesmo tempo

que a campanha de email marketing vai decorrendo.

De entre as métricas mais importantes associadas ao email marketing, destacam-se as taxas de abertura, de clique, de reatividade e de cancelamento.

Uma ferramenta de email marketing devidamente equipada disponibiliza instrumentos

de análise do sucesso da sua campanha extremamente detalhados,

que lhe permitem verificar qual o melhor momento para enviar um e-mail a um destinatário

ou mesmo quanto tempo este último levou a ler sua newsletter.

 

Medição de resultados em e-mail marketing
A medicação de resultados em email marketing

 

7. Facilidade de integrar este canal numa estratégia digital

Outra vantagem do email prende-se com a sua fácil associação a outros canais de comunicação.

Tomemos as redes sociais como exemplo. Pode ampliar a sua visibilidade online

ao inserir os ícones da sua página de Facebook e Twitter na sua newsletter,

ou mesmo adicionar a sua lista de contatos à sua lista de seguidores nas redes sociais.

Com isto, está a otimizar o sucesso das suas iniciativas de retargeting / remarketing.

8. Comunicação personalizável 

Uma ferramenta de email marketing permite-lhe personalizar a sua comunicação com o destinatário,

aumentando assim as suas chances de conversão e fidelização.

Através da organização de uma lista de contatos em constante atualização,

tem a possibilidade de estabelecer uma comunicação personalizada e pertinente.

A inserção de campos dinâmicos no seu e-mail permite-lhe dirigir-se aos seus contatos pelo nome,

e usando o tratamento adequado, por exemplo.

Para além disso, a segmentação permite-lhe enviar informação relativa a promoções

ou outras oportunidades que estejam diretamente ligadas aos interesses dos seus contatos,

com base nas informações fornecidas em formulários ou em históricos de navegação.

Comunicação em email marketing
Comunicação personalizável graças ao e-mail marketing

 

Email marketing: Tudo começa com uma base sólida

Assim como não se constrói uma casa ou um edifício sem uma boa fundação,

não se faz e-mail marketing sem uma boa base (de contatos).

Não podemos nunca nos esquecer disso: uma base de contatos é feita de pessoas

e o email será o principal meio de comunicação da sua empresa com elas.

Quanto mais essas pessoas confiarem na sua empresa, mais elas engajarão com suas campanhas e mais avançarão no funil de vendas.

Resumindo: A lista de emails pode ser um ótimo ativo para sua empresa.

Contar com uma base que te ajuda a espalhar as novidades, valoriza o que sua empresa produz

e responde às suas ofertas é algo bastante valioso.

Dito isso, neste capítulo falaremos sobre como fazer uma boa gestão dessa lista de contatos de email marketing.

 

Por que sua empresa não deve comprar uma lista de email marketing

A compra de listas de emails está entre as formas supostamente menos trabalhosas

de começar no marketing digital e, talvez por isso, continue sendo feita mesmo que muita gente

já saiba que não é uma prática recomendada.

“Se todo mundo faz, eu também posso” ou “tem tanta gente na lista que vai valer a pena;

não é possível que alguns não se interessem pelo meu negócio” estão entre as principais justificativas para a prática.

Contudo, essa prática prejudica muito a imagem da sua empresa, pois será tachada de SPAMMER.

 

Email marketing: Veja abaixo por que a compra de lista está fadada ao fracasso

AS PESSOAS NÃO TE CONHECEM E NÃO DEMONSTRARAM INTERESSE EM SUA EMPRESA E SEUS PRODUTOS

O que você pensa quando alguma empresa de telefonia móvel (que não é a sua) liga para você

no meio da tarde oferecendo um plano?

Pois é, em uma má estratégia de email marketing pode acontecer a mesma coisa.

Em uma lista fria, os destinatários não farão ideia de como sua empresa conseguiu o email delas. Isso causa uma impressão muito ruim.

Antigamente, o envio de email marketing acabava tendo menos impacto negativo por três motivos:
Não tínhamos que lidar com tantas informações (emails, mensagens, mídias sociais, whatsapp, etc.)

como temos hoje e, nesse sentido, qualquer mensagem não autorizada a mais é um incômodo,

uma interrupção mal vista.

Isso, por si só, já faz com que os resultados sejam decepcionantes.

Vimos a explosão das mídias sociais, que deram voz e poder ao consumidor.

Hoje a empresa fica mal vista não só por quem recebeu o SPAM como também por todos os amigos

dessa pessoa caso ela use seu perfil para reclamar.

Os serviços de email estão ficando mais inteligentes.

Há uma boa chance de muitos usuários marcarem sua mensagem como SPAM e, ao fazer isso,

a reputação da empresa fica prejudicada.

Dessa forma, os próximos envios de email marketing têm grandes chances de cair direto na caixa de SPAM,

e mesmo as pessoas que gostariam de receber algo da sua empresa não verão o seu email.

É impressionante como até diversas marcas grandes não percebem esse efeito colateral.

Portanto, é preciso muito cuidado na sua estratégia de email marketing.

AS LISTAS GERALMENTE POSSUEM QUALIDADE MUITO RUIM

Os emails que estão em uma lista comprada geralmente são os piores possíveis.

Pessoas que têm seu endereço nessas listas muito provavelmente recebem email marketing

de diversas outras empresas que também compraram endereços.

Nesses casos, é bem maior a chance de seu email se perder entre os outros

ou mesmo ser marcado como SPAM, como já indicamos.

Além disso, geralmente essas listas têm muitos emails que não existem ou que foram desativados.

Ao incluir esses emails na lista e fazer o envio, os serviços de disparo disponíveis no mercado

já identificam o “erro” e interpretam como um sinal claro que a lista não é atual ou que não foi construída com qualidade.

Resultado: sua empresa vai para grupos com o rótulo de baixa reputação e,

para os próximos disparos de email marketing, o serviço usará uma infraestrutura que já está “queimada”.

Por fim, geralmente a qualidade é ruim em termos de público alvo também.

Para “engordar” a lista e tentar fazê-la valer mais, são incluídos todo tipo de email e acabam entrando perfis

que não possuem qualquer relação com o negócio da sua empresa.

Portanto, é preciso saber como fazer email marketing, entendendo os recursos disponíveis e o público alvo,

o que é fundamental para uma estratégia de email marketing mais assertiva.

 

As listas de emails possuem qualidade muito ruim
A lista de emails está fadada ao fracasso

 

Veja aqui o Ebook completo que nós criamos com o Guia Prático do email marketing e saia na frente.

Veja o papel do e-mail mkt dentro do Marketing Digital.

Se precisar de ajuda com email mkt e outros serviços de marketing digital, conte com a Next4.

Somos especialistas, há 15 anos no mercado, proporcionando grandes resultados aos nossos clientes.

campanha de email marketing, como fazer e-mail marketing, como fazer email marketing, E mail Marketing, e-mail marketing o que é, email marketing, email marketing como fazer, email marketing funciona, email marketing o que é, email mkt, estratégia de email marketing, estratégias de email marketing, ferramentas de email marketing, o que é email marketing, vantagens do email marketing