e mail mkt banner

Dicas: Saiba como criar uma boa estratégia de email Marketing

E-mail Marketing ainda funciona (e muito), desde que se saiba utilizá-lo.

E-mail marketing: Você já se pegou pensando que as estratégias envolvendo disparos de e-mails marketing podem estar em desuso ou que já não funcionam mais como antigamente?

Esse tipo de ideia não é incomum nos dias de hoje, afinal, com o crescimento exponencial das mídias digitais e da consolidação do marketing digital como um todo, muitas pessoas acabam por enxergar o e-mail marketing como uma ferramenta obsoleta.

Nesse artigo, desmitificaremos as questões relacionadas a essa falsa ideia de que não vale a pena se utilizar dessa ferramenta para engajar seu público. Além disso, mapearemos aspectos fundamentais para você entender definitivamente como criar um bom e-mail marketing.

 

A importância do e-mail marketing

 

O e-mail marketing é uma ferramenta comumente utilizada para o relacionamento com o potencial consumidor de uma empresa.

Através dela, é possível expor conteúdo relevante ao público de forma que se estabeleça um melhor entendimento sobre o problema (e sobre a solução oferecida), favorecendo o processo de construção de uma negociação, e de relacionamento com a marca, de forma mais assertiva.

Dessa forma, será possível otimizar e expandir a divulgação de ofertas e soluções, não se limitando apenas às redes sociais e outros meios de comunicação.

É através do envio de e-mails marketing que um lead, ou potencial consumidor, poderá virar um cliente, na medida em quando se cria um bom e-mail marketing, é demonstrado a ele de forma objetiva a gravidade de seu problema/dor e as informações adequadas em como resolver esse desconforto.

Isso porque, pensando em toda a jornada de compra, cada cliente precisou passar por estágios diferentes antes de efetuar uma compra.

Em cada etapa dessa jornada, o conhecimento sobre sua necessidade ou sobre a oferta das soluções pela empresa são diferentes.

Nos estágios mais iniciais (topo de funil), muitas vezes o potencial cliente nem mesmo sabe como solucionar seu problema.

Já em etapas de fundo de funil, mais avançadas na jornada, ele está ciente das informações mais básicas para efetuar a compra, por isso o tipo de comunicação deve ser diferente, de modo a chamar sua atenção e trazê-lo para a negociação.

E é aí que os e-mails marketing entram como peça fundamental. Afinal, através deles será possível otimizar essas estratégias de disparos para públicos específicos de determinados estágios de jornadas – também chamados de Fluxos de Automação de e-mails.

Através dessa estratégia, se utilizando do conhecimento profundo de sua persona e em como criar um bom e-mail marketing, será possível estabelecer um relacionamento personalizado com os potenciais clientes, não apenas de acordo com o estágio de compra, mas com os interesses dos mesmos.

Assim, para públicos interessados no Produto A serão disparados e-mails com informações sobre esse produto, e a mesma coisa para o Produto B.

E de acordo com a solução em questão para cada produto, otimiza-se o tom de comunicação dos e-mails, propiciando assertividade na comunicação de acordo com a etapa da jornada de compra e de acordo com o perfil de comportamento, comum a cada público segmentado.

 

E-mail Marketing x Fluxos de Automação

 

É muito importante ter em mente que e-mail marketing é uma estratégia diferente de e-mails de Fluxos de Automação.

Os e-mails marketing estão relacionados a campanhas específicas pelas quais tratarão de informações pontuais para determinados tipos de leads – sendo possível segmentar esse público, como falamos.

Ou seja: essa estratégia vai variar de acordo com a necessidade da sua empresa de ofertar algum tipo de produto ou conteúdo naquele momento para um perfil específico de cliente ou potencial cliente.

Trata-se, portanto, de uma comunicação mais específica e objetiva, sem necessariamente que o lead tenha que avançar em sua jornada de compra.

Portanto, quando falamos em direcionar o conteúdo para a jornada de compra, isso se aplica mais para estratégias de e-mails de Automação, que podem receber uma estrutura bastante similar aos e-mails marketing tradicionais.

Contudo, é muito importante ter em mente que os e-mails de automação tratam-se de conteúdo bem mais frequentes para o leitor, diferentemente dos e-mails marketing, que são estratégias mais seletivas, de acordo com o conteúdo do e-mail.

Assim, os e-mails de Automação, como dito, são e-mails voltados para uma comunicação mais informativa em que o objetivo é fazer o lead estar cada vez mais informado sobre o seu problema e sobre as vantagens daquela empresa em resolver essa situação de forma eficiente, propiciando o avanço na jornada de compra.

Os conteúdos vão variar de acordo com o interesse do público (e consequentemente de seu perfil), e com seu estágio de jornada de compra – se estão mais prontos ou não para comprar.

 

email mkt next
email mkt next

 

Muitas pessoas ainda utilizam o e-mail

 

Segundo dados estatísticos mais de 90% dos adultos que utilizam a internet com frequência tem ao menos uma conta de e-mail, e pelo menos 60% desses verificam o e-mail pelo menos uma vez por dia.

Só por aí fica muito claro que em termos de alcance o e-mail marketing trata-se da melhor estratégia de marketing digital.

Apesar da ideia errada sobre o fim do e-mail marketing, segundo pesquisa da Campaign Monitor, 89% dos profissionais que investem nesse tipo de estratégia acreditam que elas geram resultados.

Além disso, entre essas campanhas de e-mails marketing, os negócios têm como objetivo principal a conversão, ou seja, realizar alguma ação após a leitura da mensagem enviada.

Ainda segundo diversas pesquisas, as campanhas de e-mail marketing costumam converter três vezes mais do que as mídias sociais.

Já em questão de retorno, em média, a cada dólar investido na estratégia de e-mail marketing, $40 voltam em forma de retorno sobre investimento para as empresas.

Um último dado importante, e que também demonstra o potencial das estratégias de e-mail marketing é que quase 50% dos usuários de e-mail compram, pelo menos uma vez por ano, um produto que receberam através do e-mail marketing.

 

Como criar um bom e-mail marketing

 

Agora que você tem a dimensão do quanto o e-mail ainda é utilizado entre as pessoas e profissionais para impactar consumidores nos dias de hoje, vamos abordar alguns conceitos importantes para que você possa usufruir de resultados positivos sabendo como criar um bom e-mail marketing.

Isso porque, não basta somente entender seu potencial, mas sim, a grande sacada é saber utilizá-lo a seu favor.

Como vimos, o uso do e-mail marketing é uma estratégia bastante versátil. Isto é, em relação ao seu direcionamento, é possível enviar mensagens nas diferentes etapas da jornada de compra, tanto para quem está nas fases iniciais (aprendizagem e descoberta da solução), quanto para quem já é cliente.

Para que você possa criar um bom e-mail marketing o objetivo em cada campanha seja bem-sucedido, é importante saber muito claramente qual a meta por trás daquele disparo.

Ou seja: o que se pretende impactar nas pessoas e qual o retorno almejado por cada campanha.

Mas para ter muito claramente na cabeça como criar um bom e-mail marketing, é preciso considerar alguns aspectos essenciais que envolvem toda a campanha. Separamos algumas dicas importantes:

 

Crie um assunto atraente e coerente com o que será abordado

 

O assunto do e-mail marketing é a parte mais importante para criar um bom e-mail marketing e no que diz respeito ao resultado final do disparo.

Isso porque, sem um assunto criativo, engajador, atraente e que desperte curiosidade sobre o leitor, a abertura será muito baixa, e consequentemente os resultados de cliques, engajamento e conversão serão prejudicados.

Por exemplo, se o objetivo da campanha é gerar mais tráfego para o site, é preciso que haja uma alta taxa de cliques, mas sem abertura do e-mail não existe clique, então uma coisa está diretamente relacionada à outra.

E se o objetivo for vender mais, isso também dependerá de muitas aberturas por esse e-mail, visto que a informação de contato está no conteúdo (ou na chamada para ação, da qual veremos mais para frente).

Assim, é muito importante investir tempo em um assunto que realmente chame a atenção, e que sintetize o que será abordado, afinal, será bastante frustrante para o leitor caso ele crie uma expectativa de saber mais sobre um assunto e na realidade ele não seja abordado.

Nesse caso, a sensação de ser enganado certamente vai pairar sobre a mente do leitor, e a consequência poderá ser o descadastramento (tirar seu contato para o recebimento dos e-mails).

Uma boa dica é deixar um ar de mistério para que o leitor só tenha uma resposta sobre o assunto quando efetivamente clicar e conferir o conteúdo do e-mail.

Por exemplo: “Participe de nossa promoção e tenha uma surpresa de brinde”. Nesse caso, o brinde já é parte da promoção, mas o fato de trazê-lo como uma surpresa atiça a curiosidade do leitor para que ele, pelo menos, tenha que conferir do que se trata abrindo o e-mail.

 

Pessoalize sua comunicação do seu e-mail MKT

 

Sem dúvida é muito mais agradável para o leitor ter uma comunicação de uma pessoa de verdade.

Isso favorece o melhor relacionamento entre ele e a empresa, fazendo com que ele se sinta mais confortável e tenha a impressão real de que está conversando com alguém, mesmo que o e-mail seja automático. Por exemplo: “Olá, aqui é o Roberto Farias da empresa X, tudo bem?…”

Além disso, investir em uma comunicação direcionada para o nome da pessoa traz um tom de personalização, favorecendo com que a mesma pare e leia o que a ela está sendo comunicado.

Afinal, o ser humano naturalmente gosta de se sentir exclusivo.

Assim, quando alguém nos chama pelo nome tendemos a dar mais atenção. Exemplo: “Olá, Patrícia, como vai? Hoje temos uma condição especial para você…”.

 

Seja objetivo na criação do sua mensagem

 

Para saber como criar um bom e-mail marketing é preciso ter muito claro a importância da objetividade na escrita.

A grande maioria das pessoas que se utilizam de e-mails dedica um tempo do dia para passar pela caixa de entrada e acompanhar as novidades.

Contudo, dificilmente alguém vai dedicar essa parte importante do tempo para ler sobre algo que não faz sentido para ele ou que não demonstre claramente seu propósito já desde o início.

E uma das principais razões pelas quais e-mail marketing funciona ainda nos dias de hoje é pelo fato das comunicações poderem ser direcionadas e objetivas.

Partindo disso, fica muito mais fácil saber como criar um bom e-mail marketing.

Muitas empresas que sabem como criar um bom e-mail marketing se utilizam dessa poderosa ferramenta para divulgar ofertas, fazer convites, comunicar algum material educativo, etc.

 

como criar um email mkt
como criar um email mkt

 

Tenha sempre em mente para quem você está escrevendo

 

O guia da comunicação do e-mail marketing deverá ser sempre a persona do seu negócio.

Assim, antes de começar a escrever e-mails marketing é muito importante estudar muito bem a sua persona, saber quais são suas dores e o que poderá servir como solução para seus problemas.

Portanto, para criar um bom e-mail marketing, é fundamental não apenas direcionar a comunicação para a dor da persona, mas também indicar de forma coordenada e no momento certo a oferta pela sua empresa ao longo do texto.

É sempre recomendado começar contextualizando o leitor no problema, fazendo-o se identificar com aquela dor, para só depois indicar que a sua empresa tem a melhor solução, inclusive com as vantagens e diferenciais.

Dessa forma, ao se identificar com o problema, ficará muito claro para o leitor que sua empresa entende do assunto e por isso poderá mesmo trazer uma boa solução.

 

Invista em gatilhos mentais, sobretudo no senso de urgência

 

É bastante comum nosso cérebro tomar decisões não tão racionais ao longo do dia. Isso ocorre para poupar esforços e por isso recorre a certos atalhos, conhecidos como “gatilhos mentais”.

Gatilhos mentais são respostas inconscientes a um estímulo externo (fomentados pelas ações de marketing), podendo provocar gatilhos emocionais positivos (como euforia ou alegria) ou negativos (como o medo ou a ansiedade).

Esses gatilhos têm a ver com aspectos instintivos, emocionais e sociais. E dessa forma, podem ser incorporados às técnicas de persuasão em vendas de produtos ou serviços.

Saber estimular esses gatilhos é algo a ser considerado para criar um bom e-mail marketing, já que se trata de uma grande arma de persuasão e geração de resultados para marketing e vendas.

Principalmente quando se fala em urgência, que causa uma grande necessidade de ação.

Afinal, os seres humanos preferem se arrepender do que fizeram do que por aquilo que deixaram de fazer.

Os principais gatilhos mentais são:

  • Autoridade
  • Reciprocidade
  • Escassez
  • Urgência
  • Prova social

 

Para saber mais sobre os gatilhos mentais, recomendamos que clique aqui.

 

Trabalhe um bom CTA

 

Para criar um bom e-mail marketing, sem dúvida o CTA (chamada para a ação, traduzindo do inglês) é parte fundamental.

Isso porque, é através do botão de chamada para a ação que os leads e clientes terão o acesso instantâneo, logo após a leitura do conteúdo, ao site ou página de compra.

Assim, é importante trabalhar uma chamada que realmente o faça tomar a decisão de clique.

O ideal é utilizar uma cor que tenha relação com a identidade visual da empresa, e que ao mesmo tempo salte aos olhos do leitor.

Ao mesmo tempo, é importante convidá-lo a tomar a decisão, e assim as frases no afirmativo causam um bom efeito, já que ele provavelmente acabou de ser impactado pelo conteúdo do e-mail.

Contextualizar o leitor na raiz do problema se conecta muito bem com essa proposta, já que é possível demonstrar que esse clique será a opção dada pela empresa para que sua dor comece a ser sanada.

Mas é importante ser relativamente sucinto na chamada. Por exemplo: “Faça Agora uma Avaliação”.

 

e mail marketing banner
e mail marketing métricas

 

Analisando as métricas da sua campanha

 

Agora que você já sabe como criar um bom e-mail marketing, vamos falar de outras frentes.

Parte fundamental no processo, a análise das métricas deve sempre fazer parte do processo de estratégias de e-mails marketing.

Afinal, para identificar se você escreveu um bom e-mail marketing, é preciso ter metas muito bem claras sobre os resultados do disparo, permitindo fazer ajustes necessários e entender como impactar sua base de contatos da maneira mais assertiva.

Segundo especialistas, uma boa taxa de abertura está na casa dos 15%, e uma boa taxa de cliques é considerada a partir dos 2%.

Contudo, esses números tendem a variar de segmento para segmento, e você não deve se prender totalmente a eles, mas é preciso saber interpretá-los.

Por exemplo: pode ser que você tenha criado realmente um bom e-mail marketing, mas se o assunto não foi nada atrativo, fatalmente você terá uma baixa taxa de cliques no CTA, pois inicialmente a taxa de abertura foi diretamente prejudicada com o assunto pouco interessante.

Assim, é preciso identificar o que foi feito da maneira certa e o que não foi, para contextualizar o problema e fomentar os ajustes necessários.

Se por exemplo, a taxa de descadastramento de e-mails em um disparo foi muito alta, vale observar se no conteúdo não foi feito nenhum comentário grosseiro, se a frequência de disparos de e-mails está muito alta, ou ainda se a própria da base de contatos para a qual você está enviando os e-mails possui interesses realmente condizentes com aquilo que sua empresa oferece.

E nesse contexto é importante identificar a taxa de bounces e spams, ou seja, se existem muitos e-mails inexistentes em sua base (gerando alta taxa de bounces), ou se seu domínio possui uma boa reputação nos servidores de e-mail (caso contrário, poderá ser considerado spam). Sobre bounces, você poderá saber mais clicando aqui.  Sobre Spam, clique aqui e saiba como evitá-lo.

 

Conclusão sobre e-mail marketing

 

A ferramenta de e-mail marketing é sim uma boa maneira de impactar seus consumidores atualmente, desde que seja utilizada da forma correta através do entendimento de como eles se comportam e quais suas necessidades.

É preciso considerar uma série de variáveis que vão te nortear para saber como criar um bom e-mail marketing, a começar pelo objetivo de cada campanha de disparo, passando pelo estudo das personas, entrando na criação de um assunto intrigante e com a utilização das ferramentas especificadas, como os gatilhos mentais, um layout adequado e com a identidade visual da marca, além de um CTA que desperte ao leitor a vontade em clicar e resolver o problema.

Tudo isso com uma comunicação objetiva e direcionada para o problema e para a solução, ou seja, fazendo com que o leitor se identifique com o contexto.

Além disso, o que deve ser levado em consideração é a qualidade da base de contatos, a frequência dos disparos e os resultados obtidos em cada campanha, permitindo fazer ajustes e entender cada vez mais a forma assertiva de impactar seus consumidores e potenciais consumidores, inclusive com testes A/B, que você poderá saber mais clicando aqui.

Portanto, o e-mail marketing é uma das mais poderosas e melhores ferramentas de relacionamento que com certeza fará sua empresa vender mais e melhor.

Saber como criar um bom e-mail marketing servirá para atrair a clientela de forma direcionada cada vez mais.

Abrir mão do uso da ferramenta é se desfazer de um atributo versátil e eficiente para não apenas prospectar, mas também fidelizar clientes.

A agência Next4 tem experiência de 16 anos com estratégias de email marketing e serviços de Marketing Digital.

Com um time experiente e dedicado, encontramos soluções fora da caixa para gerar performance para os nossos clientes.

Parceiro qualificado RD

Atuamos em pilares importantes como: Criação de Sites e Desenvolvimento de sistemas web (Softwarehouse), Campanhas de Mídia (Google, Redes Sociais, Programática), Campanhas com influenciadores, Inbound Marketing, Criação de Conteúdo Rico, Gestão de plataformas de Automação de MKT e CRM, E-mail Marketing, Criação de peças publicitárias e muito mais…

Entre em contato conosco e fale cum um especialista em campanhas de e-mail marketing.

campanha de email marketing, como fazer email marketing, E mail Marketing, email marketing funciona, email mkt, estratégias de email marketing, vantagens do email marketing

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *