reformulação da marca

Rebranding: o que é e saiba quando é necessário

Você já ouviu falar em branding? E em rebranding? Se você está curioso para saber desses dois conceitos e aplicá-los na prática, então esse post é para você.

 

Basicamente, o branding se trata da construção de uma nova perceção da empresa pelo seu público-alvo,

 

Muitas pessoas acreditam que o branding está apenas relacionado ao desenvolvimento da logotipo de uma empresa. No entanto, ele vai muito além disso. Todos os fatores que constituem uma identidade visual e uma percepção do cliente faz parte do branding.

 

E se o branding tem o papel de construir uma percepção da empresa perante o público, o rebrand ou rebranding, por sua vez, se trata do reposicionamento dessa percepção.

 

Em outras palavras, o rebranding é o processo de reformulação de uma marca. Quando o processo acontece, o objetivo pode ser variado.

 

Uma empresa que trabalha com molde de injeção de plástico, por exemplo, pode utilizar o rebranding para se tornar mais moderna, ou apenas realizar algumas mudanças quase imperceptíveis visualmente. Tudo depende da estratégia e do objetivo da organização.

 

Mas, em quais situações ter um processo de rebranding é necessário? Se você não sabe se deve utilizar o rebranding em seu negócio, neste post iremos explicar quais as situações mais comuns para reformular a sua marca! Vamos lá?

1. Revitalização da marca

 

A revitalização é um processo essencial, especialmente quando uma marca já atua a muito tempo no mercado e é percebida pelo seu público como ultrapassada.

 

Ou seja, quando os seus produtos e serviços não satisfazem mais as necessidades do seu público, seja por atualizações tecnológicas ou comportamento das pessoas, realizar um processo de rebranding é a alternativa mais adequada.

 

Mudar os fatores estéticos, assim como os produtos e serviços pode ser essencial. Afinal, tudo muda, inclusive o comportamento e as necessidades do público.

 

2. A concorrência está com vantagens

 

Outra situação em que a o rebranding pode ser necessário é nos casos em que a concorrência parece está com mais vantagens competitivas.

 

Especialmente para as empresas que atuam em áreas competitivas, como a venda de uniforme nr10, por exemplo, é comum que as estratégias realizadas pelos concorrentes possam causar diversos impactos em sua própria organização.

 

Por essa razão, se o seu público está preferindo realizar compras com a concorrência, analise quais são as vantagens competitivas que as outras empresas possuem e formule o seu rebranding baseado nestas informações.

rebranding marca

Dessa maneira, é possível se destacar e conseguir se desenvolver no mercado sem impedimentos!

3. Quando o público pede

 

Hoje em dia, saber a opinião e feedback do público sobre os seus produtos e serviços se tornou muito mais simples.

 

Por meio dos canais de comunicação online, muitas estratégias de feedbacks podem ser realizadas para saber se o processo de rebranding é necessário.

 

Por exemplo: se a sua empresa atua com bomba centrífuga, e visualizou que as vendas baixaram por conta das necessidades do público, uma reformulação nos preços já é uma mudança de rebranding necessária!

 

Agora que você já sabe sobre o que se trata o rebranding, o que está esperando para planejar novas reformulações e ter sucesso? Gostou do post?

Esse artigo foi escrito por Rafaela Ricardo, Criadora de Conteúdo do Soluções Industriais.

criação logomarca, criação logotipo, desenvolvimento de marca, design web, desing e criação, rebranding, redesing da marca, reformulação da marca, revitalização da marca

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *