Vendas ficam mais fáceis com estratégias digitais.

Quer atingir os melhores resultados?

 

Calendário editorial: Como criar o seu?

calendário editorial
Quer captar mais clientes?

De forma objetiva, um calendário editorial é um cronograma que envolve todas as ações de marketing previstas para o negócio ou projeto. Nele, é possível incluir uma série de diretrizes como o tipo de conteúdo a ser veiculado, canais, datas e finalidade.

O calendário editorial é uma importante ferramenta que ajuda a otimizar as estratégias de marketing de conteúdo, uma vez que por meio dele é possível ter uma visão abrangente do que está sendo feito, além de ter o controle de todas as ações.

A partir dessa ferramenta, o profissional poderá avaliar e trabalhar vários aspectos, dentre os quais estão:

  • Divulgação de e-mail marketing;
  • Posts nas redes sociais;
  • Datas para postagem de conteúdo;
  • Palavras-chave que já foram usadas;
  • Definição de conteúdo para o topo, meio e fundo do funil de vendas;
  • Definição de temas e criação de pautas de conteúdo;
  • Prazos para produção e implantação das estratégias;
  • Canais que devem ser usados.

Quais são os benefícios de um calendário editorial?

Planejar um calendário editorial eficiente é uma das etapas mais importantes quando o assunto são as estratégias de marketing de conteúdo. Sendo assim, é uma ferramenta fundamental para o sucesso de qualquer ação.

Entre os principais benefícios observados ao utilizar esse recurso estão:

Frequência de publicação

Com um calendário editorial é mais fácil e prático manter a frequência de publicações e isso afeta positivamente o tráfego, como aponta o estudo da Content Trends, de 2017.

Segundo esse estudo, sites e blogs com mais de 13 publicações mensais alcançam o dobro de visitas quando comparados com aqueles que não chegam a esse número.

Temas e palavras-chave únicos

Com o planejamento de uma estratégia de marketing de conteúdo e com o auxílio de um calendário editorial, é possível controlar e acessar os conteúdos que já foram publicados bem como aqueles que estão em produção.

Isso auxilia a saber o que já foi abordado ou o que ainda precisa ser.

Diversificação do conteúdo

Com ele, é possível avaliar e definir os melhores formatos de acordo com o conteúdo e o canal que será usado, por exemplo:

  • Vídeos;
  • Artigos para blog;
  • Webnars;
  • E-books;
  • Enquetes;
  • Cases de sucesso e etc.

É interessante observar que essa variação de conteúdo é fundamental para o marketing, pois permite a aplicação de diferentes abordagens que respeitam e atendem às expectativas do público.

Como criar um calendário editorial?

Mesmo com tantos benefícios envolvidos não é raro encontrar negócios e projetos que não contam com o auxílio de um calendário editorial.

Parte da culpa se deve pela ideia errada de que ele é algo complexo e que, de acordo com o tipo e o tamanho do negócio, não poderá ser usado.

Na realidade, um calendário editorial pode ser usado por qualquer pessoa e em qualquer situação. Além disso, ele não tem nada de complicado. Basta apenas um pouco de atenção e análise.

Passo 1: Ferramentas

O primeiro passo para criar um calendário editorial é escolher a ferramenta que melhor atende a proposta da estratégia.

Uma simples planilha no Excel ou plataformas online como Outlook Calendar, Google Calendar e Trello já são muito úteis.

Vale lembrar que a maior parte dessas ferramentas é gratuita!

Passo 2: Frequência de publicação

Após a definição da ferramenta e antes de começar a produzir os conteúdos, é preciso definir a frequência de publicação.

Esse é um ponto muito importante em toda a estratégia e merece atenção. É importante lembrar que cada ação requer uma abordagem diferente sendo mais ou menos recorrente.

Passo 3: Estratégia

Agora é o momento de planejar o conteúdo. Lembrando que não se deve apenas criar por criar.

Os posts para blog, por exemplo, precisam ter um objetivo muito claro: atrair visitantes, ajudar o usuário na solução de um problema, direcioná-lo para conhecer os serviços e produtos oferecidos, entre outros.

Passo 4: Defina os canais

Para definir os canais que farão parte do calendário editorial é preciso considerar o público alvo.

Não faria sentido, por exemplo, enviar e-mail marketing quando esse público usa com frequência as redes sociais.

A possibilidade de diversificação citada anteriormente se aplica perfeitamente nesse caso: além de criar conteúdo para o público que realmente importa, ainda é possível trabalhar com outros materiais visando ampliar e atrair novos usuários e possíveis clientes.

Por fim, ainda há algo muito importante para ser considerado: o profissional que será responsável pelo trabalho.

Quando um projeto está no início o próprio dono pode dar conta, mas com o passar do tempo e com o crescimento será necessário ter alguém focado nisso para que nada saia dos eixos.

Sendo assim, o uso de um bom calendário editorial pode ser uma excelente ideia para deixar tudo mais fácil no futuro!

Fale com a agencia Next4
Lêda Paiva

Formada em Marketing, pela Universidade Anhembi Morumbi. Certificada em Marketing de conteúdo e estratégias em redes sociais; Marketing | STARTER - Agência de Resultado, pela RD Station; Customer Success | STARTER, pela RD Station;Produção de Conteúdo Web, pela Universidade Rock Content.