Vendas ficam mais fáceis com estratégias digitais.

Quer atingir os melhores resultados?

O papel do email marketing na sua estratégia de Marketing Digital.

De alguns anos pra cá, o Email Marketing vem figurando longe da lista dos assuntos mais badalados em marketing digital. Como esse canal é relativamente antigo comparado às novas ferramentas e estratégias de Marketing Digital, podemos apontar justamente isso como o grande culpado: os muitos anos de mal uso da ferramenta.

Diversas empresas cometeram abusos por muito tempo e essa saturação, somada ao destaque que ganharam outras ações de marketing digital como SEO e mídias sociais, fez com que o email fosse deixado um pouco de lado.

No entanto, o ponto que nos importa é que o email marketing nunca deixou de funcionar: isso só acontece quando não é utilizado da forma correta. Ainda nos dias de hoje, esse tipo de ação possui características únicas e bastante valiosas. É um canal que está mais vivo do que nunca, com tecnologia muito mais aprimorada comparado ao passado.

Uma dessas características é o alcance: um email é a coisa mais simples e fundamental que alguém pode ter na Internet e as pessoas já têm a ferramenta totalmente incorporada às suas vidas.

Não são poucas as pessoas que vão além e são até compulsivos com seu uso, passando o tempo todo com a caixa de email aberta e conferindo cada nova mensagem que chega. Isso é extremamente comum, principalmente em ambientes corporativos. Somado a isso, o fato de quase todo mundo ter um smartphone faz o email ganhar ainda mais força.

Além disso, os emails são uma forma de contato mais direta e profunda. Em redes como o Twitter e o Facebook, por exemplo, fala-se para todos e as diversas conversas se perdem umas entre as outras. Além de que, se alguém não está online no momento da publicação, dificilmente voltará para ler tudo o que já foi publicado antes.

Já os emails são olhados mais cuidadosamente, geralmente todos os dias. Por mais que todos tenhamos que lidar com alguns Spams indesejados, há uma propensão maior de acompanhar cada mensagem e tudo aquilo que é importante e útil será aberto e lido.

Por fim, quando alguém abre o seu email, você consegue sua atenção exclusiva (mesmo que por um breve instante), diferentemente do que acontece nas redes sociais onde o volume de informações paralelas – e consequentemente a distração – é muito maior.

Nossa ideia com esse artigo é dar uma introdução de como sua empresa pode usar o email de forma estratégica e obter resultados reais.

Tudo começa com uma base sólida

Assim como não se controi um casa ou um edifício sem uma boa fundação, não se faz Email Marketing sem uma boa base (de contatos). Não podemos nunca nos esquecer disso: uma base de contatos é feita de pessoas e o email será o principal meio de comunicação da sua empresa com elas. Quanto mais essas pessoas confiarem na sua empresa, mais elas engajarão com suas campanhas e mais avançarão no funil de vendas.

Resumindo: A lista de emails pode ser um ótimo ativo para sua empresa. Contar com uma base que te ajuda a espalhar as novidades, valoriza o que sua empresa produz e responde às suas ofertas é algo bastante valioso.

Dito isso, neste capítulo falaremos sobre como fazer uma boa gestão dessa lista de contatos.

Por que sua empresa não deve comprar uma lista de emails

A compra de listas de emails está entre as formas supostamente menos trabalhosas de começar no marketing digital e, talvez por isso, continue sendo feita mesmo que muita gente já saiba que não é uma prática recomendada.
“Se todo mundo faz, eu também posso” ou “tem tanta gente na lista que vai valer a pena; não é possível que alguns não se interessem pelo meu negócio” estão entre as principais justificativas para a prática. Contudo, essa prática prejudica muito a imagem da sua empresa, pois será tachada de SPAMMER.

Veja abaixo por que a compra de lista está fadada ao fracasso.

AS PESSOAS NÃO TE CONHECEM E NÃO DEMONSTRARAM INTERESSE EM SUA EMPRESA E SEUS PRODUTOS
O que você pensa quando alguma empresa de telefonia móvel (que não é a sua) liga para você no meio da tarde oferecendo um plano? Pois é, no email acontece a mesma coisa. Em uma lista fria, os destinatários não farão ideia de como sua empresa conseguiu o email delas. Isso causa uma impressão muito ruim.

Antigamente o envio acabava tendo menos impacto negativo por três motivos:
Não tínhamos que lidar com tantas informações (emails, mensagens, mídias sociais, whatsapp, etc.) como temos hoje e, nesse sentido, qualquer mensagem não autorizada a mais é um incômodo, uma interrupção mal vista. Isso, por si só, já faz com que os resultados sejam decepcionantes.

Vimos a explosão das mídias sociais, que deram voz e poder ao consumidor. Hoje a empresa fica mal vista não só por quem recebeu o SPAM como também por todos os amigos dessa pessoa caso ela use seu perfil para reclamar.
Os serviços de email estão ficando mais inteligentes. Há uma boa chance de muitos usuários marcarem sua mensagem como SPAM e, ao fazer isso, a reputação da empresa fica prejudicada. Dessa forma, os próximos envios de email marketing têm grandes chances de cair direto na caixa de SPAM, e mesmo as pessoas que gostariam de receber algo da sua empresa não verão o seu email. É impressionante como até diversas marcas grandes não percebem esse efeito colateral.

AS LISTAS GERALMENTE POSSUEM QUALIDADE MUITO RUIM
Os emails que estão em uma lista comprada geralmente são os piores possíveis. Pessoas que têm seu endereço nessas listas muito provavelmente recebem emails de diversas outras empresas que também compraram endereços. Nesses casos, é bem maior a chance de seu email se perder entre os outros ou mesmo ser marcado como SPAM, como já indicamos.

Além disso, geralmente essas listas têm muitos emails que não existem ou que foram desativados. Ao incluir esses emails na lista e fazer o envio, os serviços de disparo disponíveis no mercado já identificam o “erro” e interpretam como um sinal claro que a lista não é atual ou que não foi construída com qualidade.

Resultado: sua empresa vai para grupos com o rótulo de baixa reputação e, para os próximos disparos, o serviço usará uma infraestrutura que já está “queimada”.
Por fim, geralmente a qualidade é ruim em termos de público alvo também. Para “engordar” a lista e tentar fazer ela valer mais, são incluídos todo tipo de email e acabam entrando perfis que não possuem qualquer relação com o negócio da sua empresa.

Veja aqui o Ebook completo que nós criamos com o Guia Prático do Email Marketing e saia na frente.
Veja o papel do e-mail Mkt dentro do Marketing Digital.
Fale com a agencia Next4
G. Lang

*Formado em Marketing pala Universidade Paulista (UNIP). *Formado em Turismo pela Universidade Anhembi Morumbi. *Colegial Técnico em Processamento de Dados pela FECAP. + Atua em Estratégias de Marketing Digital na Agência Next4 desde 2009 + Certificado pelo Google Adwords (Publicidade e Pesquisa + Fundamentos Google) + Certificado Inbound Marketing pela RD Station